Juliana LaraJuliana Lara

By Juliana Lara

Destination Wedding (Tereza e Neto)

 

Destination wedding é quando os noivos escolhem uma cidade diferente da sua para realizar a cerimônia de casamento.

Essa é uma ideia que possibilita a família e os amigos curtirem uma viagem juntos ao irem para a cidade escolhida e o casamento começa a ser celebrado já no embarque. Ao invés de uma noite de festa eles vão vivenciar um fim de semana (ou até mais) de divertidos momentos junto aos noivos.

Assim foi o casamento dos queridos Teresa e Neto que trouxeram seus convidados de Belo Horizonte – MG para Pousada Mevlana Garden na praia da Barra de Ibiraquera – SC.

Foi uma semana mágica, inesquecível, até hoje ouvimos elogios todas as vezes que encontramos alguém que estava presente.

Agradecemos ao Casal (eternos amigos), aos familiares e convidados por esta celebração do amor. Nos sentimos eternamente lisonjeados por termos tido a honra de “materializar o sonho de casar” deles.

“Fica sempre um pouco de perfume nas mãos que oferecem rosas, nas mãos que sabem ser generosas(…) Dar aos outros alegria parece coisa tão singela, porém é das artes a mais bela..”

 

By Juliana Lara

Mini Wedding

O Mini Wedding é uma opção charmosa para quem deseja um casamento intimista.
A idéia, vinda da Europa, é de ter uma lista com no máximo 100 convidados, valorizando a intimidade de um momento tão especial, o “mini wedding” vem conquistando espaço no mercado de casamentos. Os noivos conseguem aproveitar a companhia de cada convidado, vivenciar aquele momento com pessoas que realmente foram importantes para a vida do casal e merecem estar ali. Toda essa magia é sentida durante esse tipo de casamento.
Outro diferencial do “minicasamento” é a facilidade em personalizar detalhes da cerimônia, inclusive o local. Fica bem mais fácil acomodar poucos convidados em locais inusitados como museus, jardins, residências, hotéis e restaurantes.
A experiência proporcionada pelo local diferenciado é um atrativo, casamentos onde os noivos podem fazer uma agenda de atividades para os convidados curtirem durante o fim de semana. Eles podem montar uma programação especial com atividades como andar a cavalo, caminhadas na praia, lual, pizzaria, aproveitar a praia, a lagoa, a piscina até ir ao spa.
A razão para optar pelo “mini wedding” é tambem pela identificação com esse tipo de celebração, pela personalidade dos noivos mesmo.
A forma como a personalidade dos noivos marca o “mini wedding” é um traço também relevante.
No “minicasamento” o fato de poder acompanhar a história de um casal, de ver nos olhos deles os desejos, os anseios, as dificuldades, os risos, os choros faz com que toda cerimônia seja ainda mais especial, é muito bacana ver o casamento e notar os diferentes traços de personalidade na cerimônia e na festa e dizer: ‘Nossa isso é a cara deles’. No fim, você acaba vibrando com cada momento da festa como se ela fosse sua.

 

 

By Juliana Lara

A historia do Bouquet

Desde os tempos mais remotos o bouquet inspira e faz parte todas as historias de amor. E todas elas são lindas!

Seja ele feito de galhos de hera (simbolizando “sobrepor obstáculos”), de ramos de madragora (para afastar os “maus espíritos”), de pimentas e alecrim (para dar “calor” e “tempero” a relação), de trigo para atrair a fertilidade, de flores naturais (cada uma com um significado especial de pureza, amor eterno, paixão,  etc..), de broches (se tornando um adorno que eterniza o dia do casamento na decoração da casa nova)… É, verdadeiramente, o “laço de fita do presente”!

Várias são as explicações para esta tradição de carregar flores até o altar: flores que o noivo presenteia a sua amada no dia do casamento, flores que a noiva vai recebendo dos convidados ao longo do cortejo até o altar, uma maneira da noiva expressar ao noivo o que deseja para a união deles (uma vez que cada elemento do bouquet tem um significado), enfim… São inúmeras.

É um acessório que transforma qualquer mulher em uma noiva no imaginário coletivo. É de suma importância na produção dela uma vez que é o primeiro acessório  a ser notado pelos convidados, pois esta na frente do vestido e pode fechar com perfeição a produção ou acabar com ela…

O bouquet deve estar de acordo com o momento da noiva, em harmonia com o horário do casamento, com a estação do ano, com o vestido e com o cortejo. Mas, principalmente, com o “sonho de casar” dela!

O bouquet não precisa (nem deve) ter as mesmas flores da decoração. O ideal é que as flores do bouquet sejam exclusivas a ele. O que não quer dizer que não deva estar em sintonia com as flores dos outros integrantes do cortejo.

Enfim, o bouquet, ah o bouquet! Quantos suspiros por ele e para ele…

 

By Juliana Lara

Mimos, cores e flores…

Mimos, cores e flores… Coisa de casamento no campo.
Quanta delicadeza em cada detalhe, os doces, além de deliciosos, pintados à mão um a um, verdadeira obras de arte!

Paninhos, porta guardanapos, sousplats, tudo em perfeita harmonia.
Casamento no campo, com cerimônia à luz do dia e em meio à natureza, combina com romantismo e leveza!

Para as noivas, vestidos, com aplicações, as florzinhas dão um efeito delicado de textura e são a cara de casamentos no campo. A renda, tecido mais romântico de todos, com certeza, combina com casamentos no campo também! Fluidez e transparência, tecidos finos que “desfilam” muito bem pelo jardim.

 

By Juliana Lara

Casamento de manhã!

Casamento de manhã! Esta é uma opção interessante, afinal a luz do dia é tão linda…
Este tipo de cerimônia inspira leveza, o sol e o frescor matinal deixam tudo mais bonito e romântico.
Todos os elementos escolhidos pelos noivos, devem estar na mesma sintonia.
É um estilo mais descontraído, porém não menos elegante.
A noiva deve escolher um vestido sem modelagem cheia de volume, babados, aplicações, brilho e aquela cauda imensa.. Tecidos nobres, porém leves. Pérolas, acessórios delicados, rendas suaves.
Para madrinhas e convidadas, trajes leves e suaves. Estampas florais em cores pastéis são muito bem vindas.
Já para os padrinhos, camisas brancas, calças em cores claras, tais como cru e cinza.

By Juliana Lara

A beleza das fotos externas

Fotos externas! Por quê? Ah! Porque uma noiva não pode perder a oportunidade de se vestir novamente com o seu “sonho de vestir”, não é mesmo? Além do mais, esta é uma excelente oportunidade para diversificar e brincar com flores no cabelo, bouquet colorido, fotos pelo jardim. A natureza é muito rica e se torna uma moldura maravilhosa e exuberante em um dia de sol.

 

 

Destination Wedding (Tereza e Neto)
Mini Wedding
A historia do Bouquet
Mimos, cores e flores…
Casamento de manhã!
A beleza das fotos externas